Sobre o Canto Negro

CANTO NEGRO, um espaço dedicado ao enaltecimento do labor de artistas, grupos e comunidades de que militam em prol da arte e da cultura de origem negra. A saga do povo negro brasileiro se reescreve a cada dia como fruto de um continuo processo de acentuada metamorfose na busca de seu lugar ao sol.

Uma sociedade onde rebentos nascidos de negras entranhas na escuridão da senzala, compartilharam seu maternal alimento com os filhos de berços esplêndidos da casa grande. Um povo que cresceu mamando leite branco em seios negros, querendo ou não, carrega em si um pedaço da África por mais alva que seja sua pele. Portanto somos todos produtos de uma profunda miscigenação. Filhos de uma sociedade marcada por diversidades culturais, políticas, sociais, religiosas e raciais.

Somos o maior contingente negro fora da África. Somos um pedaço da África. A arte e a cultura africana trazida por nossos ancestrais pulsam fortemente no sangue de cada brasileiro, seja nas feijoadas animadas por uma boa batucada, no candomblé ou umbanda, na capoeira, jongo, no soul, no samba ou no choro, impossível negar a marca africana.

CANTO NEGRO, um espaço onde NOSSAS BATUCADAS, soam forte, por meio das mãos de hábeis ritmistas. CANTO NEGRO é a moldura que contorna o “RETRATO CANTADO” das vozes contemporâneas que contam nossa história através da música que brota na alma de poetas e compositores que a grande mídia insiste em ignorar. Um espaço onde nossas mulheres lindas e EMPODERADAS agregam valores étnicos e estéticos tornando mais harmonioso e bonito o convívio multirracial. CANTO NEGRO, um espaço para todos que apreciam e respeitam a arte e cultura de origem africana, independente de raça credo e ou gênero.

error: conteúdo protegido!